Pular para o conteúdo

FIO Maciço 2018 reforça Economia Criativa e Desenvolvimento Sustentável da região

No último dia da FIO Maciço 2018 foi lançado o Selo de Sustentabilidade, contando com uma palestra da consultora do Sebrae Ceará, Ana Paula Costa, sobre a importância do desenvolvimento sustentável, visto que o meio ambiente é o grande indutor do Turismo na região do Maciço de Baturité.

A ideia do Selo de Sustentabilidade surgiu em 2017 no Festival Serra, uma realização do Sebrae Ceará junto à Associação Serrana de Turismo do Maciço de Baturité – ASEMB, que tinha meio ambiente e sustentabilidade como alguns de seus escopos. Para Eliezer Almeida, presidente da ASEMB e administrador do restaurante Hofbräuhaus em Guaramiranga, todo o desenvolvimento turístico da região deve ser pautado na sustentabilidade, já que ela faz parte de uma área de preservação ambiental.

Segundo Fabiana Gizele, Articuladora do Sebrae Ceará na região de Baturité, está dentro da proposta do Sebrae trabalhar a Governança, a Inovação, a Sustentabilidade e a Experiência no Turismo, então a temática está sendo abordada em diversos segmentos, desde a produção rural, artesanato, hotelaria e restaurantes, integrando também demais parceiros, como a SEMA e as prefeituras municipais, com o intuito de reforçar que a sustentabilidade é um fator de diferenciação na atração de turistas. O Selo de Sustentabilidade foi lançado para os empresários que primeiro aderiram ao processo e o objetivo é que a cada etapa eles possam realizar avanços, sendo vistos como líderes desse processo de mudança sustentável.

O Hotel Montenegro, em Guaramiranga, é uma das empresas integrantes do projeto e Franzé Leal, empresário responsável pela administração, destaca que é interessante a ideia de passar pelo processo de repensar o negócio por meio da sustentabilidade. Com o diagnóstico da primeira visita, ele pretende traçar junto ao Sebrae estratégias para reuso de água e redução de custos com uso de água quente, dentre outras.

ECONOMIA CRIATIVA EM FOCO COM O 3º SALÃO DE ARTESANATO DO MACIÇO DE BATURITÉ

A Economia Criativa também teve destaque especial na FIO Maciço 2018 com o 3º salão de artesanato do Maciço de Baturité, reunindo peças desenvolvidas por artesãos dos municípios de Baturité, Redenção, Pacoti, Aratuba e Aracoiaba. Armênia Rocha, Designer e consultora de artesanato do Sebrae Ceará, ressalta que é muito valoroso trabalhar com o artesanato da região, pois o produto vem da agricultura e da criatividade humana, onde os artesãos conseguem transformar cada item em peças funcionais. Nesta edição, visitantes, empresários das redes hoteleiras e de restaurantes puderam perceber a importância que o artesanato possui para a economia, deixando de ser apenas mais um item de somatório de valor financeiro para as famílias, mas sendo também um item de profissionalização que mantém a cultura regional.

Creusa Freitas, artesã de tecelagem, participa do Salão de Artesanato desde a sua primeira edição e vem realizando a cada ano coleções especiais para lançamento na Feira de Oportunidades Integradas do Maciço de Baturité. Os pássaros em extinção em Baturité foram a inspiração para criar a coleção Revoada com produtos ecológicos utilizando a fibra de bananeira, como arapucas transformadas em fruteiras e gaiolas transformadas em luminárias. Ela identifica a oportunidade de participar do evento como uma importante porta para o reconhecimento e valorização das peças que produzem.

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS NA FIO MACIÇO 2018

A FIO Maciço 2018 também possibilitou oportunidades de negócios para os expositores. Sheila Souza, da loja online Mundinho de  Pam, destacou que a presença no evento possibilitou que mais pessoas conhecessem os produtos da marca infantil e os serviços de entrega em domicílio.

Levi Teixeira, gerente de Marketing das Casas São Francisco – A Casa das Motos, reforçou que a feira possibilitou divulgar ainda mais o plano de vendas programadas da empresa que é pioneira no mercado de motos na região do Maciço de Baturité, oferecendo mais facilidades para quem deseja realizar o sonho de adquirir uma moto.

Francisco Camurça, Secretário de Agricultura de Mulungu, afirmou que a partir da decisão de inserir o município dentro do eixo turístico da região foram determinadas algumas ações e uma delas foi a realização de parcerias junto ao Sebrae com consultorias técnicas para desenvolver cadeias produtivas de horticultura, fruticultura e café. Ele ressaltou que na edição atual da FIO Maciço já apresentam produtos ao público que não existiam em 2017 e que hoje agregam valor à cultura. Todo o trabalho realizado para conscientizar o horticultor para atender a demanda do mercado com qualidade visa dar sustentabilidade ao Turismo para que este por sua vez também dê sustentabilidade à  Agricultura.

FIO MACIÇO 2018

APOIO:

Governo Municipal de Mulungu | Governo Municipal de Pacoti | Prefeitura Municipal de Aratuba | Prefeitura Municipal de Guaramiranga | Hotel Colonial (Baturité-CE)

PATROCÍNIO:

Casas São Francisco, A Casa das Motos | Prefeitura Municipal de Baturité | Banco do Nordeste | Governo Federal

REALIZAÇÃO:

Sebrae